1/1
1/1
1/1
1/1

Nossa proposta ao governo italiano para resolver o problema das filas da cidadania italiana em todo o Brasil é a implantação de um escritório despachante em Roma, chamado Ufficio Cittadinanza .
 

O escritório terá a função de receber os documentos de todos aqueles que aguardam na fila da cidadania italiana no Brasil, respeitando o número de protocolo dos consulados.

Os serviços oferecidos serão:

Este escritório deverá ser administrado e financiado pela iniciativa privada, já que o governo italiano neste momento não pode contribuir com esta causa. A administração privada é fundamental para o resultado positivo do projeto, já que temos como exemplo o antigo Task Force que foi administrado pelos Cônsules no Brasil e não trouxe nenhum resultado positivo.

A implantação do escritório em Roma é estratégica para o desenvolvimento do projeto, pois os Consulados Italianos aqui instalados não irão brigar pelas jurisdições de cada estado. Sendo o ufficio localizado fora de todas as áreas consulares poderemos atender os descendentes de todos os estados do Brasil.

O projeto buscará recursos financeiros através de patrocinadores junto às grandes empresas italianas e brasileiras. Desta forma, o governo italiano não terá qualquer despesa e justificativa relacionada a questão financeira.

O projeto criará empregos na Itália, significantes para ajudar o país neste delicado período de crise econômica. Os funcionários do Ufficio Cittadinanza passarão por um minucioso processo de seleção e treinamento. Somente depois de capacitados atenderão os processos. A supervisão e acompanhamento do desempenho de cada funcionário também é outro ponto chave para o resultado positivo do projeto.

O Ufficio Cittadinanza em Roma deverá ser aderido e implantado oficialmente pelo governo italiano. O escritório deverá ter autonomia para desenvolver os processos e concluí-los.

O tempo previsto para o desenvolvimento do projeto e o fim das filas da cidadania italiana no Brasil é quatro anos. Uma solução imediata para o problema é impossível. Veja o cálculo abaixo:

Precisaremos de 30 funcionários para analisar os documentos, enviar o parecer aos descendentes, digitar as informações, conduzir o processo até o final, transcrever as certidões do requerente na Itália e enviar a inscrição do A.I.R.E. aos Consulados Italianos no Brasil.

Serão necessários outros 10 digitadores e outros 05 administradores.

​A tarefa não é fácil! Acabar com as filas da cidadania italiana exige trabalho duro, apoio social, vontade política e disponibilidade de recursos financeiros.

Deixar na mão daqueles que nos representam aqui na América do Sul não é suficiente.

Queremos dar o primeiro passo para a solução do problema.

Por que não unir forças e tentar uma solução coletiva?

É possível mudar, mas temos que começar a agir.

Fim da Fila da Cidadania italiana © Este site pertence e é operado pela Ferrara Cidadania Italiana. Todo o conteúdo é de autoria e direito da Ferrara Cidadania Italiana.

Não é permitida a veiculação dos textos, fotos e imagens sem prévia autorização.